Maternidade Dr. Peregrino Filho MENU

Dúvidas Frequentes

*

1. Como posso saber qual vai ser a cor definitiva dos olhos?

Se o recém-nascido é moreno e tem olhos castanhos, essa vai ser a cor definitiva, mas se o recém-nascido é clarinho e tem olhos azuis…pode mudar. Observe nos primeiros 6 meses. Se a cor vai escurecendo e perdendo o brilho, eles se tornarão castanhos (no máximo até o 1º aniversário), mas se eles continuarem azuis aos 6 meses de idade vão permanecer assim o resto da vida.

 

2. Eu observei uma mancha vermelha de sangue no branco dos olhos (pode ser um só ou os dois olhos); isso é perigoso?

Não. É causada pela pressão exercida durante o trabalho de parto e desaparece espontaneamente em poucos dias.

 

3. As costas e o ombro do bebê estão cobertos por pelos finos, por que?

Isso se chama lanugem; é produzida no final da gravidez e cai logo ou, no máximo, em algumas semanas.

 

4. O que são aquelas manchas vermelhas conhecidas como a “pega da cegonha”?

São marcas de nascimento (hemangiomas) localizadas na raiz (acima) do nariz, na parte inferior central da testa, atrás da cabeça (occipital) e nuca. Desaparecem em meses ou 1 ano. Observe que essas manchas têm disposição central; as manchas laterais como as manchas cor de vinho situadas na face (bochechas) e pálpebras podem constituir problema permanente.

 

5. O que é mancha mongólica?

Áreas planas, amplas, escuras (azuladas) que parecem uma batida, geralmente nas costas ou nádegas. São frequentes e mais comuns em crianças de pele escura ou amarela. Começam a desaparecer depois do 1º aniversário e desaparecem totalmente na idade escolar.

 

6. Meu recém-nascido parece estar com ‘cravinhos”; isso é possível?

Sim. É o que chama “milium”. Aparecem na ponta do nariz e no queixo e são causados pela secreção de sebo por glândulas da pele. Desaparecem em 2 ou 3 semanas.

 

7. As mamas do bebê estão inchadas e às vezes até sai um pouco de leite (que o povo chama “leite de bruxa”). Devo apertar?

Nunca. Isso é devido a hormônios que passam da mãe para o recém-nascido e desaparece em 1 semana. Se você tentar apertar pode infeccionar e formar um abscesso.

 

8. O cordão umbilical caiu e ficou uma bolinha dura no umbigo… O que é?

É o granuloma umbilical. Seu pediatra pode orientá-la para cauterizar com nitrato de prata. Às vezes, após a queda do cordão umbilical, ocorrem pequenos sangramentos que mancham as fraldas. Nada a temer.

 

9. O que é aquela secreção constante nos olhos do recém-nascido?

Podem ser irritação do nitrato de prata que é pingado nos olhos logo após o nascimento ou um certo entupimento do canal lacrimal. Limpe com água limpa e é interessante pingar algumas gotas de leite materno.

 

10. O bebê está espirrando; isso é resfriado?

Não. É um reflexo normal tal como são normais os soluços e um pouco de regurgitação.

 

11. Recém-nascido que chora muito, quase o tempo todo – é provocado por cólicas?

Nas 2 primeiras semanas de vida, certamente não. Controle o peso para verificar se não é fome.

 

12. A urina parece estar com sangue…

A fralda manchada de vermelho ou alaranjada pela urina é normal. São sais de urato que dão essa cor.

 

13. Quando devo levar o recém-nascido ao pediatra?

Dentro de 1 semana após a saída da maternidade. O pediatra fará o exame geral, verifi cará os refl exos, vai conferir a pega da mama, o crescimento (aumento de peso). Em caso de dúvida, especialmente em relação à amamentação, retornos em curto prazo (3 a 5 ou 7 dias) são necessários no primeiro mês de vida.

 

14. Febre é perigoso no recém-nascido?

Sim, é um sinal de alarme porque pode expressar doenças graves incluindo meningite, infecção urinária ou pneumonia. Leve de imediato ao pediatra.

 

15. O bebê apresenta um estufamento (bola cheia de ar) no umbigo e que aumenta quando ele chora…

Pode ser um a hérnia umbilical. Não é perigosa nem dolorida e desaparece, na maioria dos casos, após o 2º aniversário.

 

16. Um testículo parece bem maior (como se estivesse inchado) do que o outro…

Trata-se de hidrocele, um acúmulo de líquido em volta do testículo. Vai desaparecer lentamente. Se, no entanto, o inchaço do testículo aparece de repente ou aumenta com o choro, leve ao pediatra.

 

17. O recém-nascido enxerga?

Sim, ele consegue focalizar um ponto no centro de seu campo de visão, situado a 20 a 45cm na frente dele. É a posição em que ele enxerga o rosto da mãe enquanto mama o peito. Estimule a visão com móbiles e cartões com quadrados ou faixas brancos e pretos, ou com caretas simples ou ainda com cores fortemente contrastadas (vermelho, verde, amarelo). Um leve estrabismo (cruzamento dos olhos) ocasional é normal. Com 1 mês, o bebê começa a acompanhar com a cabeça os movimentos dos objetos.

 

18. O recém-nascido escuta?

Sim. Durante o primeiro mês o bebê presta atenção às vezes, especialmente quando se fala naquele tom de “voz para bebê”. Ruídos fortes não fazem bem e devem ser evitados. Caixinha de músicas e discos com música suave (principalmente de Mozart) são úteis bem como brinquedos padronizados e coloridos que fazem sons suaves. Com 1 mês, o bebê se volta para o lado de sons e vozes familiares.

 

19. O recém-nascido sente frio?

O recém-nascido perde calor com mais facilidade do que a criança maior. Por isso ele precisa ser um pouco mais agasalhado. Três camadas finas de roupa (underwear: camiseta + macacãozinho + xale) dão uma boa proteção. Se as mãos e pés estiverem frios o bebê parecer desconfortável, agasalhar um pouco mais; o contrário se estiver com extremidades quentes e suando.

 

17. Resfriado do Bebê?

QUANTO TEMPO DURA UM RESFRIADO DO BEBÊ?

Na maioria dos casos, os sintomas começam a melhorar entre três a sete dias.

Bebês que convivem com crianças mais velhas (que têm irmãos ou que vão para a escola ou creche) chegam a ter entre seis e dez resfriados até fazer 1 ano.

É bem capaz que você tenha a impressão de que ele vive com o nariz escorrendo, principalmente no inverno.

 

QUAL É A CAUSA DO RESFRIADO DO BEBÊ?

O resfriado é uma infecção das vias respiratórias superiores, causada por vários tipos de vírus.

O modo de contágio mais comum é através de gotículas de saliva, quando alguém espirra, libera as gotículas no ar, e elas são aspiradas por outra pessoa.

O vírus também pode ser transmitido pelo contato das mãos. Portanto, sempre lave bem as mãos com água e sabão depois de assoar o nariz.

A exposição à fumaça do cigarro também predispõe a infecções respiratórias.

 

O QUE EU FAÇO PARA TRATAR O RESFRIADO DO BEBÊ?

Não há muito que você possa fazer. Faça com que seu filho tome bastante líquido (você pode dar suco de laranja, rico em vitamina C, se ele já tomar) e o deixe descansar.

Se ele estiver com febre e mal-estar, você pode baixar a temperatura com um antitérmico, seguindo a recomendação do médico.

Não é absolutamente necessário baixar a temperatura da criança. Dê o antitérmico se seu filho estiver claramente desconfortável.

Nunca administre remédios antigripais ou descongestionantes por conta própria para o bebê.

Estudos já demonstraram que esse tipo de medicamento pode fazer mais mal do que bem, por isso só os dê ao bebê se o pediatra indicar.

Veja o que mais você pode fazer para aliviar o desconforto do seu filho durante o resfriado:

Coloque uma toalha dobrada ou um cobertor pequeno debaixo do colchão do berço, na parte da cabeça, para deixá-la mais elevada. Dormir com a cabeça mais elevada diminuirá um pouco a congestão nasal do seu filho.

Não use travesseiros dentro do berço para fazer isso. Outra opção é deixar o bebê dormir no carrinho, com o encosto meio reclinado, ou no seu colo, com você sentada (e é claro que nesse caso você não vai dormir).

 

Ao se tornar mãe, as responsabilidades vão além da educação, do amor e da atenção. Desde o momento em que o teste de gravidez dá positivo, alguns cuidados devem ser tomados, principalmente quando o assunto é alimentação.

Muito se fala que o ideal é comer por dois, mas a frase não deve ser levada ao pé da letra. Esse é um dos maiores mitos. A mulher deve ficar atenta para não comer exageradamente, pois a fome pode aumentar durante a gestação.

Ela deve manter uma dieta equilibrada e não exagerar nas quantidades. A alimentação deve ser equilibrada da mesma forma que antes, ou seja, com qualidade, seis refeições ao dia (café-da-manhã, lanche da manhã, almoço, lanche da tarde, janta e ceia) e intervalo entre estas refeições de aproximadamente 3 horas, evitando que a gestante aumente a quantidade de alimento ingerido ao sentir mais fome.

 

Fonte: BabyCenter

 

R. Elias Asfora, s/n Jardim Guanabara | 58701 300 | Patos PB
83 3421 5252
83 3421 5252
R. Elias Asfora, s/n Jardim Guanabara | 58701 300 | Patos PB